quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Consciência urbana.

Quinta feira, seis horas e cinquenta e cinco minutos, estaciono na pista lateral de uma movimentada avenida, ao lado de um cruzamento bastante movimentado…

Semáforo de quatro tempos, uma ambulância do corpo de bombeiros, sirene estridente anunciando sua aproximação, chega ao cruzamento…

Um motorista, apenas um entre dezenas, freia o automóvel que conduzia, provocando protestos do condutor do veículo atrás do seu. Os outros condutores, de carros de passeio, de utilitários, de motos, de coletivos,  continuam seu trajeto bloqueando o cruzamento e impedindo o avanço da ambulância como se ela não estivesse ali.

São doze horas e vinte e sete minutos, ainda estou incrédulo com o que presenciei… Fico imaginando se aquele motorista que, como bom cidadão, interrompeu seu trajeto por alguns poucos minutos continuará, sem titubear, parando quando ouvir uma sirene de ambulância...

Nenhum comentário:

Postar um comentário