sábado, 25 de setembro de 2010

Passado/Futuro.

Cansei...

Certo dia resolvi não mais lutar para ter um bom futuro...

Percebi que, por me preocupar em excesso com um futuro que teimava em não atender meus desejos, eu não tinha um passado realmente bom… estava em um ‘atoleiro’… ansiava pelo futuro e lamentava o passado.

Decidi que, daquele dia em diante, ia 'batalhar' para ter um bom passado, e como fazer isto se o agora, daí a pouco, já seria passado e imutável?

Comecei por reavaliar meu conceito de performance ideal... para tudo, tudo mesmo, eu tinha um conceito rígido, exigente e ás vezes equivocado, de ideal e, como raramente o atingia, frequentemente me sentia decepcionado… decidi que, dali para a frente, o ideal para mim seria o melhor possível dentro das circunstâncias do momento.

Em conseqüência parei de desejar ou aguardar circunstâncias ideais para realizar minhas tarefas ou planos, quando o momento ou oportunidade chegava aquela era a hora e o 'deixar para depois' desapareceu.

Mutum 121a

E por passar a buscar o melhor possível em circunstâncias não totalmente favoráveis, eu tinha que estar atento  e surgiu em mim o estar totalmente presente, inteiro naquilo que fazia.

Estar totalmente presente tornou mais prazeroso o que fazia e melhorou minha performance; começaram a aumentar os acertos no meu passado imediato, e à medida que o tempo fluiu, ficou evidente que construía um bom passado e, interessante!…isso melhorou bastante minhas perspectivas futuras.

image

Nenhum comentário:

Postar um comentário