domingo, 22 de agosto de 2010

Contrariedades do dia a dia.

Temos, intolerantes que somos, tendência a dar muita importância e valor ao que nos incomoda e contraria, chegando a permitir que coisas muito pequenas nos desequilibrem e estraguem nosso dia; mas, se observarmos bem, considerando a impermanência das coisas, tudo se torna, como disse Robert Elliot, ninharias…As  contrariedades são ninharias, são como moscas…Ou, pelo menos, deveriam ser.

Tenho consciência de que pouquíssimas pessoas possuem a capacidade de abstração representada na analogia do vídeo; mas todos nós podemos desenvolver recursos para, na hora das preocupações e inconveniências diárias, tentar mudar nosso comportamento usual; - a postagem Condição humana/Hábitos  de 07/03 aborda esse assunto. Tenho certeza que nosso sistema imunológico e aqueles que conosco convivem  agradeceriam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário