domingo, 21 de fevereiro de 2010

HOMEOPATIA/Consultas.

imagesCA16SWA7 Com freqüência perguntam porque as consultas homeopáticas são tão demoradas… A resposta, se detalhada, necessitaria de tempo quase igual ao de uma consulta; vou  resumir me valendo de Eizayaga e seu Tratado de Medicina Homeopática, capítulo XXIV, La Historia Clinica Homeopática:

O estudo de qualquer paciente  deverá começar pelo que o médico vê nele, desde o primeiro momento; por sua aparência, aspecto, modo de agir, de mover-se ou de estar, de falar, gesticular, etc. Em seguida pelo que o enfermo conta de si e de seus padecimentos, depois pelo que o médico pergunta e, por ultimo, pelos exames clinico e laboratoriais. Estas quatro etapas nos levam ao diagnóstico clinico.(Diagnóstico da doença).

Além deste diagnóstico, obrigatório independentemente da terapêutica empregada pelo médico, outros são necessários para o entendimento homeopático do paciente:

  • Diagnóstico Constitucional Genotípico.

"Se refere à maneira de ser da pessoa, relacionada com os traços normais do individuo, sejam físicos, gerais, locais ou funcionais.” Alto, baixo, magro, gordo, friorento, calorento, pouco ou muito sono, etc. Se refere também aos temperamentos, alegre, irritável, melancólico, etc.

  • Diagnóstico Constitucional  Psicossomático.

É o que surge da historia biográfica do sujeito, da narrativa não só dos padecimentos patológicos, mas também dos antecedentes hereditários, da infância, das enfermidades ao longo da vida, das cirurgias, das vacinações, dos traumatismos, mas especialmente, dos acontecimentos cruciais da existência, aqueles que significaram para o individuo um sofrimento grave, uma pena profunda, um trauma emocional, um estado de tensão espiritual, uma preocupação inevitável, uma responsabilidade impossível de evitar.”

  • Diagnóstico de Terreno.

Se refere à diátese predominante em atividade no paciente.” São as suas hipersensibilidades, susceptibilidades e idiossincrasias p. ex. :Todos nós somos sensíveis ao frio, muitos sentem mais frio que os outros (hipersensibilidade), alguns adoecem pelo frio (susceptibilidade)  e um ou outro apresenta prurido abdominal quando sentindo frio (idiossincrasia*).

* Reação individual e específica daquele que apresentou a reação, outros não reagiriam ou o fariam de  modo diferente.

  • Diagnóstico do medicamento ‘semelhante’.

Surge da comparação do perfil do paciente, resultado dos diagnósticos acima referidos, com os perfis dos medicamentos descritos nas matérias médicas homeopáticas, resultantes das compilações de sintomas observados nas experimentações medicamentosas em indivíduos sãos.

Eis portanto, cinco ótimas razões para o tempo das consultas homeopáticas, pois é através desse caminho que o médico homeopata se aproxima o mais possível do núcleo de sofrimento de seu paciente, podendo assim ajudá-lo no reequilíbrio de sua energia vital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário